Treinamentos

Soluções em Treinamento
Cronograma Cursos
Segurança Funcional
Segurança Funcional
Segurança de Processos
Segurança de Processos
Explosão e Incêndio
Explosão e Incêndio
Software para PHAs e AQR
Coaching Hazop-Diversos
Coaching Hazop-Diversos



Newsletter

Para receber nosso informativo bimestral, preencha os dados.

Consultoria
Oportunidades
Software
Treinamento




.

Líderes de Hazop

Pré-requisitos

Experiência importante em Hazop ou treinamento técnico formal em Hazop tal como o curso de treinamento em Hazop Avançado da hazards ou equivalente. A metodologia se dá como completamente entendida para este curso. Mesmo assim há uma revisão da metodologia no início do treinamento.

Objetivo

Formar os participantes para a liderança de estudos Hazop em ambientes complexos e em grupos diversificados para ser capazes de conduzir equipes utilizando metodologias de identificação de perigos em condições.
Curso eminentemente prático dirigido a treinamento de liderança de Hazop em situações reais.

A quem se destina

Pessoas que atuam como líderes de estudos PHA ou que tem como objetivo liderar equipes de Hazop.

Introdução

A maioria dos cursos de treinamento de Hazop se concentra somente nos aspectos técnicos da realização de estudos. No entanto é necessário além de dominar a diversidade que significa hoje o Hazop, gerenciar equipes de pessoas e manter a dinâmica de grupos em ambientes complexos, conflitivos, condições adversas e impulsionando a criatividade do grupo. Para isso é "o pré-requisito" dominar a metodologia (existe uma quinzena de variantes atualmente) e depois aprender a lidar com dinâmica de gestão de grupos criativos utilizando a própria metodologia.

Um líder de Hazop deve ter ou desenvolver certas habilidades de percepção de fatores psicológicos dos participantes, de manter um ambiente de negociação que maximize o resultado dos estudos e usar essas habilidades para obter um ambiente amigável e criativo. Dentro dessas habilidades está a de identificar as armadilhas "técnicas" da própria cultura dos participantes e que levam a discussões longas sem resultados concretos para o Hazop.

Este curso descreve os vários fatores humanos e psicológicos que influenciam o comportamento e a interação criativa das equipes e fornece diretrizes para lidar com essas questões. São abordados problemas tais como a falta de visão sistêmica do líder no início de um hazop, a dificuldade em desenvolver rapidamente o pensamento estatístico da equipe, em como compartilhar e obter resultados em opiniões sob conflito e como perceber a incompatibilidade aparente de diferentes tipos de personalidades, entre outras situações. Sempre o líder deve encontrar um denominador comum para obter o resultado esperado em termos de qualidade e produtividade do estudo.

A compreensão dos fatores que influenciam o funcionamento das equipes de Hazop é aprimorada usando cases e estudos simulados (oficinas). A maior parte do tempo do curso é gasto em sessões de oficinas de Hazop praticando os métodos de gestão de pessoas, grupos e criatividade ensinados no curso e seguindo estritamente a metodologia aplicável.

 

Conteúdo Programático

Visão geral da metodologia hazop - breve revisão de conceitos e da metodologia e suas variantes.
Liderança, gestão e facilitação- Perfil do líder ideal.
Visão sistêmica e pensamento estatístico e como desenvolver durante o hazop.
Fatores humanos na preparação do estudo e durante os trabalhos.
Fatores psicológicos que influenciam a PHA- Desenvolvendo a criatividade do grupo.
Fatores humanos na realização de estudos. Erros de diversa origem. Matriz de Riscos, Barreiras Efetivas.
Tomada de decisão em recomendações em situação conflitiva no grupo.
Diretrizes para trabalhar com a equipe. Superando desafios técnicos e gerenciando conflitos.
Situações que o líder deve conhecer, enfrentar e resolver durante as sessões de hazop.
O líder gestor: como contratar consultores que desenvolvam recomendações de alto conteúdo técnico e agreguem valor aos processos. Como preparar as condições para um bom hazop.

Estudos de caso e simulados

Prática dos alunos liderando hazop com diversas situações tais como os cases abaixo e com troca de papéis:

Os cases são hipotéticos com base na experiência acumulada em mais de 28 anos de liderar equipes de hazop.
Qualquer parecido com situações reais é certamente coincidência.

Estudos de caso I: Usina de álcool, com dados não atualizados, perfil conflitivo, alta gerência sem responsabilização para hazop, baixo perfil técnico, visão de fazer "hazop rápido" de sobrepressão e subpressão para atender a NR13, sem qualquer compromisso com a segurança de processos. Não atendimento à questão operabilidade devido à superficialidade da análise e documentos fora de padrões para realizar hazop. Processo Continuo.
Estudo de caso II: Química: Reação crítica fora de controle; ausência de dados termoquímicos, perfil baixo de técnicos para o risco associado, perfil de pessoas desinteressadas, armadilhas de salvaguardas de processo utilizadas como sendo de segurança (a desmontar pelo líder), cultura de ambiente muito bom para convivência, porém sem preocupação com a segurança de processos. Processo em batelada e análise de procedimentos.
Estudo de caso III: CIP de indústria de bens de consumo; cultura comercial sem preocupação com a segurança de processos e seus problemas associados diversos. Cultura do tudo bem - perfil baixo de HSE sem PSM. P&IDs fora de padrão para hazop. Negação de intenções em procedimentos, receitas programadas e análise de erro humano.
Estudo de caso IV: Transporte mecânico/pneumático de particulado inflamável; perfil inexistente de segurança de processos, cenários de viver na emergência como normalidade, Hazop por solicitação de órgão fiscalizador em função de acidente ocorrido. Hazop de sistemas mecânicos.
Estudo de caso V: Hazop de análise de software e validação de operações de liofilização de produto farmacêutico. Análise de processo por negação de intenções e validação pela norma IEC 615011 e IEC 61508 e normativas FDA-USA.
Estudo de caso VI: Hazop da área marítima de transporte, interferência de terceiros a serviço, mão de obra avulsa, diversos atores terceirizados, baixo perfil crítico, porém bom perfil "técnico" dos participantes, áreas de conflito. Hazop privilegiando questões de Segurança Ocupacional, Saúde, Ergonomia, Procedimentos Seguros e Erro humano.

Há outros cases de áreas setores industriais e de serviços diversos que poderão ser utilizados em substituição a algum dos acima mencionados. Isto depende da composição do grupo e adequação dos cases para aprendizagem.

Nos cursos In House/In Company podem ser criados estudos simulados/case sobre uma problemática já existente e de conhecimento dos treinandos o que garantem um alto grau de aprendizagem dos participantes.

Carga horária

24 horas distribuídas em três dias de treinamento.  De 8:00 a 12:00 e de 13:00 a 17:00 h.

Ganho Esperado

Aprender a liderar grupos de Hazop em ambientes complexos, grupos diversificados, resolvendo conflitos durante o hazop e mantendo um ambiente de trabalho criativo e eficaz.

Ambiente Regulatório

O curso dá ênfase à norma IEC 61882; códigos de prática do CCPS (EUA) e HSE (RU) e publicações de Trevor Kletz. 

Contacte-nos



RSS E-mail Print Comentar

Consultoria

Segurança Funcional
Riscos Operacionais
Renováveis e Geração
Estudos Ambientais
Crise & Sustentabilidade
INFO-Folders

Treinamentos

Soluções em Treinamento
Cronograma Cursos
Segurança Funcional
Segurança de Processos
Explosão e Incêndio
Software para PHAs e AQR

Software

Apresentação
BowTieXP e IncidentXP
Soluções PHA e FMEA
EFFECTS - TNO
GIS Risk Graph
AERMOD
Risco Individual-RI

Cases

Risco Operacional
Meio Ambiente
Integridade e Ativos e Prevenção de Perdas
Inovação e Processos
Crise e Sustentabilidade
GIS e Imagens de Satélite