Consultoria

Segurança Funcional
Segurança Funcional
Riscos Operacionais
Riscos Operacionais
Renováveis e Geração
Renováveis e Geração
Estudos Ambientais
Estudos Ambientais
Crise & Sustentabilidade
Crise & Sustentabilidade
INFO-Folders



Newsletter

Para receber nosso informativo bimestral, preencha os dados.

Consultoria
Oportunidades
Software
Treinamento




.

Riscos de Facility Siting

Este tipo de análise é realizada na fase de projeto para localizar sites industriais de acordo com o conhecimento de seus riscos intrínsecos. É utilizada também para avaliar o risco de facilities em operação. Nestes casos é elaborada uma análise quantitativa de riscos - AQR, a qual pode compreender; o risco para ativos - major events; risco social interno; risco individual, e dimensões de risco ambiental, de property, de interrupção de negócios, imagem e compliance. A abrangência depende exclusivamente dos requisitos do cliente. 

Dependendo de cada organização, o risco a medir tem sua importância específica. O risco social interno é importante para normas como a ISO 18001. O risco individual serve para saber qual é o risco aceitável da planta para estudos tipo LOPA/SIL da norma IEC 61511. O risco de perda de ativos segue a ISO 55001. O risco de property e o risco de interrupção de negócios atendem à ISO 22301 e são de utilidade na transferência de riscos. Já a mensuração do risco ambiental e de imagem da empresa são mandatórios. Os riscos de tipo SVA-Security and Vulnerability Analysis também podem fazer pare da análise, seguindo a lógica do CCPS ou RAMCAP.

A hazards é empresa líder no fornecimento de serviços de análise quantitativa de riscos e têm realizado já mais de 500 estudos de identificação compreendendo uma diversidade de eventos e consequências associadas: explosões em fase gás e vapor, reações fora de controle, explosão de particulados, nuvens tóxicas e avaliação crítica de sistemas de emergência.

Cenários Acidentais, Simulação e Análise de consequências

  • Desenvolvimento e ajuste de matrizes corporativas de risco e de sites com atividade específicas. 
  • Identificação de hipóteses e cenários acidentais mediante PHAs. Análise de riscos de layout e de fluxos de pessoas e materiais.  
  • Simulação e análise de consequências para explosões, incêndios e emissões tóxicas.  
  • Quantificação de Risco por GIS de danos para ativos de tipo predial, equipamentos e linhas de produção, fornecimento e distribuição de utilidades, estocagem e distribuição de produtos, sistemas de dados e comunicação. 
  • Análise SVA - Security and Vulnerability Analysis seguindo metodologia do CCPS e RAMCAP - Risk Analysis and Management for Critical Asset Protection.
  • Avaliação de integridade estrutural de prédios frente aos cenários acidentais.
  • Avaliação de Barreiras Protetivas para análise SVA por meio de metodologia BowTie.
  • Medidas corretivas, e mitigação com barreiras de segurança (safety e security) preventivas e protetivas. 

Sistemas de Preparação para atendimento a emergência e contingência 

  •  Avaliação do sistema de emergência e contingência e sua operabilidade para atender aos cenários identificados.  
  •  Estabelecimento de ações mitigadoras para readequação estrutural (retrofit): perdas associadas a vidros, estruturas civis, equipamentos, sistemas elétricos e eletrônicos e de comunicação. 
     

 PSM, Risco Operacional do(s) Site(s) e Gestão de Crise 

  • Workshops e treinamento para melhoria e/ou implementação de procedimentos e cultura do PSM – Process Safety Management  
  • Desenvolvimento de diretrizes de localização de instalações e desenvolvimento de critérios para o risco corporativo e operacional. Desenvolvimento de KPIs.  
  • Auditoria de Crise (Crisis Prone Organization) e diagnóstico de ações para melhora da cultura preventiva. 

Compliance - Requisitos 

De acordo com a norma OSHA utilizada para Gestão de Segurança de Processo (Process Safety Management - PSM), e referenciada como 29 CFR 1910.119 da OSHA, é mandatório avaliar o risco de localização de instalações (facility siting) nas análises de riscos da organização. Também é utilizado o código de prática do American Petroleum Institute — API), denominada "Gestão de Perigos Associados à Localização de Prédios em Plantas de Processo" e as “Diretrizes para Prédios em Plantas de Processo em relação a Explosões e Incêndios Externos" do CCPS Center for Chemical Process Safety. 

Solicite informações para realização de estudos de risco de facility siting. Um técnico da hazards entrará em contato em até 2 dias úteis.

Contacte-nos



RSS E-mail Print Comentar

Consultoria

Segurança Funcional
Riscos Operacionais
Renováveis e Geração
Estudos Ambientais
Crise & Sustentabilidade
INFO-Folders

Treinamentos

Soluções em Treinamento
Cronograma Cursos
Segurança Funcional
Segurança de Processos
Explosão e Incêndio
Software para PHAs e AQR

Software

Apresentação
BowTieXP e IncidentXP
Soluções PHA e FMEA
EFFECTS - TNO
GIS Risk Graph
AERMOD
Risco Individual-RI

Cases

Risco Operacional
Meio Ambiente
Integridade e Ativos e Prevenção de Perdas
Inovação e Processos
Crise e Sustentabilidade
GIS e Imagens de Satélite